17 May 2011

Criatividade na educação

Todos os dias se discute a educação em Portugal. A avaliação dos professores, em particular, está sempre em discussão. O custo do sistema educativo e as propinas estão também sempre em questão. E por fim, passa-se muito tempo a discutir as vantagens e desvantagens do sistema público versus privado. O que eu nunca ouvi em Portugal foi uma discussão séria sobre a forma ideal das crianças aprenderem. É sempre assumido que um professor à frente de uma sala de 20 ou 30 alunos extremamente aborrecidos é a forma perfeita de se aprender praticamente tudo.

Ontem numa conferência chamada 'Zeitgeist', organizada pelo Google, um professor indiano ofereceu-me pela primeira vez uma visão do quão diferente o sistema de ensino poderia ser. A sua conclusão, ao fim de anos de estudo e experiências, é a de que os alunos podem aprender praticamente tudo trabalhando em pequenos grupos e usando um computador, com um mínimo de orientação. A frase que retenho da sua apresentação é "todos os professores que podem ser substituídos por um computador, merecem sê-lo".

Em alturas de crise é preciso criatividade, que tal testar algumas das teorias deste senhor?