30 June 2011

Julião Sarmento na Tate modern

Há uns meses atrás tive a sorte de ter uma reunião perto da Tate Modern ao fim da tarde e como sempre faço aproveitei para lá dar um saltinho (um dos grandes privilégios de morar em Londres é poder saborear os museus aos bocadinhos, como se fossem rebuçados que se comem em 10-15 minutos, ao invés da barrigada quase enjoativa que é a visita enquanto turista). 

Dei de caras com uma sala inteira dedicada ao Julião Sarmento, um artista português que hoje me envergonho de dizer que na altura me era praticamente desconhecido. Fiquei impressionado não só pela qualidade das obras, mas pelo interesse que geravam no público inglês, a minha favorita é o 'Forget me', do qual consegui tirar uma foto 'às escondidas' com o telefone.